29 de ago de 2014

23ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo - Tudo o que eu achei (Parte 2)


Com a pulseira no braço fui atrás da minha credencial de blogueira. Como não sabia onde era pedi informação para um homem da organização da Bienal e ele respondeu muito vagamente. Sai em busca de alguém que pudesse me ajudar, quando encontrei uma blogueira que já estava com a credencial, pedi informação e ela me explicou direitinho porém nessa hora não havia mais fila, só um mar de gente na minha frente. Tentei ficar o mais perto possível da porta, era para abrir as 9:00 porém estava tão cheio que eles não abriram. Os bombeiros tentaram colocar umas grades para o pessoal que era preferencial, mas não funcionou muito bem. Como eu sou uma pessoa bem esperta, eu percebi que tinha esquecido meu RG, quase chorei :( sorte que estava com a CNH, mas fiquei morrendo de medo de não dar certo. 




O pessoal que estava na 'fila' para entrar na Bienal pela entrada principal começou a empurrar, socar, massacrar a porta. Esse foi o pior momento porque começou dar uma confusão. Acabei saindo um pouco da minha fila porque estava com medo de que minha irmã e minha prima se machucassem. Quando percebi que elas não poderiam entrar comigo, falei para elas esperarem e entrarem pela entrada principal, que eu encontraria elas na Saraiva. Ficamos esperando quando foi umas 9:45 abriram os portões, o único problema é que já estávamos quase 2 horas em pé, no sol D: 

Entrei meio que na fila preferencial (já não existia mais fila), só varias pessoas se empurrando. Com algum custo entrei, quando passei pelas catracas o segurança falou para eu seguir em frente e ir fazer o cadastramento depois. Nessa hora vi um menino procurando o lugar que fazia o tal cadastramento, cheguei perto dele e perguntei se podia procurar com ele. Quando olhei bem para o rosto dele, percebi que era o Thiago Galvão do Blog Livro aberto. Fiquei tão feliz de ver um rosto conhecido! Comentei que assistia sempre os vídeos dele, que sempre ia no evento do Vale dos Semi-Deuses em São José dos Campos (ele é um dos organizadores). Ficamos conversando um bom tempo sobre a desorganização e tudo. Quando peguei meu crachá sai em busca da minha irmã, mas antes tirei uma fotinha hehe

Thiago do Blog Livro Aberto
Assim que encontrei minha irmã saímos para olhar as coisas, fui na Arqueiro comprar mais um exemplar de Seis anos depois e Refugio, os únicos que eu não tinha do Harlan. Fui na Autentica chorar descontos e fomos comer. Nessa hora a Bienal estava super tranquila, mas estava começando a encher. Quando foi umas 11 horas fui até a arena cultura, para ouvir um pouquinho o lindo do Harlan, fiquei do lado de fora mesmo. Ele foi um fofo, respondeu todas as perguntas, deixou uma menina beijar a careca dele e ainda falou que nunca ninguém tinham pedido algo parecido. Falou que ficava muito feliz de ver tantos jovens na plateia e incentivou a todos a lerem e escreverem. A cada brincadeira ele cativava ainda mais os leitores, estava todo mundo amando. Ele falou dos filhos, do amigo e dos personagens que nós amamos ♥







Quando o bate papo acabou os organizadores pediram para o pessoal da pulseira vermelha fazer uma fila e foi nessa hora que comecei a entrar em desespero, porque tinha MUITA gente e eu estava do lado de FORA da arena. Meus amigos (que eu conheci na fila) estavam guardando meu lugar, só que eu não conseguia entrar de jeito nenhum, estava sendo massacrada tentando entrar. Finalmente consegui chegar até um segurança e gritei "MOÇO PELO AMOR DE DEUS, EU PRECISO ENTRAR AI!!! EU TO COM A PULSEIRA VERMELHA". Ele conseguiu abrir um espacinho e eu entrei hehehe foi ai que eu comecei a ter aquela sensação de "OMG EU VOU VER MEU ESCRITOR FAVORITO". Eu mal conseguia segurar o choro, estava tão nervosa!

Quando finalmente chegou a minha vez, fui de braços abertos e dei um abraço nele e beijinho no rosto. Quando ele me perguntou "Hello, How are you?" Eu travei gente, estava tremendo muito. Por sorte me recuperei e falei que amava os livros dele, que ele era fantástico. Ele agradeceu, possamos para uma fotinha (a melhor de todas) e descemos, mas gente esses 2 minutos (?), foram de pura felicidade, foi a realização de um sonho. Conhecer alguém que já fez eu ficar tantas vezes com ressaca literária.




Harlan ainda pediu para marcarmos todas as fotos com #HarlanCoben que ele curtiria. Falou também que sempre lê os recados que mandamos para ele. Falou que ele escreve 400 paginas para nós e que não tinha problema nenhum ler algumas linhas das coisas que nós mandamos. Awnnnnn ♥





Quando ainda estava lá em cima e olhei os corredores quase cai para trás. Serio gente, estava pior que a 25 de Março em época de Natal! Mesmo assim não fiquei abalada, conversei com meus novos amigos, quase choramos juntos de tanta emoção, demos um abraço coletivo e prometemos continuar conversando pelo facebook.

Sai da arena cultural e fui comprar livros, ai que começou o problema! Mal conseguia entrar nas editoras e quando conseguia, era fila para todo lugar. Não tinha como consultar preço e nem nada disso. Foi um caos, fiquei 1:30 na fila da Autentica, minha irmã ficou o mesmo tempo na fila da Saraiva! Não consegui entrar na Intrínseca e nem na Novo Conceito porque não tinha condições de colocar o pé. Para andar nos corredores você tinha que ir pedindo licença. Quem quisesse roubar livros conseguiria fácil porque não tinha ninguém olhando e as filas estavam quilométricas.

Estava quase perdendo a esperança de entrar na Galera Record, mas graças ao bom Deus eu consegui entrar e comprei vários livros. Como estava com dinheiro consegui pagar tudo rápido, o único problema foi conseguir andar pelo estande porque estava realmente muito cheio. 

Quando foi umas 16:30 estávamos mortas de cansaço, paramos para comer e ficamos sentadas lá no chão, curtindo um pouquinho nossas compras! Nessa hora encontrei a Leticia da pagina Série Myron Bolitar - Harlan Coben. Foi muito bom conhecer mais uma fã do Coben, conversamos um pouquinho e foi muito legal. Andamos mais um pouco e depois esperamos meu pai chegar. Saímos da Bienal por volta das 18:30. Quando chegamos estava amanhecendo e quando fomos embora estava escurecendo, foi tão legal ver isso ♥


Letícia ♥





Foi assim que acabou meu dia na Bienal do Livro, no total comprei 18 livros, consegui o autografo do Harlan Coben, conheci alguns blogueiros e também conheci a escritora de "Freud me tira dessa". Meu único arrependimento foi não ter ido em algumas editoras e também não ter tirado tantas fotos.
Amanhecendo 
Anoitecendo




Talvez eu consiga fazer isso amanhã, porque estarei de novo na Bienal uhuuuul! Espero conseguir mais autografos, comprar mais alguns livros (mostro tudo para vocês) e conhecer mais blogueiros (principalmente a Aione e a Paola). Segunda feira tem a parte 3 da Bienal, fiquem de olho ♥

Comente com o Facebook:

19 comentários:

  1. Oi, flor!
    Menina, que incrível o seu relato! Adorei! Eu ainda não conheço o talento do Harlan Coben... Mas já tenho um livro dele por aqui, porque sempre tive a intenção de conhecer. Mas, independentemente disso, é maravilhoso e me faz sorrir sempre que vejo alguém que é fã e consegue viver uma experiência com seu ídolo. <333 Não há palavras que definam a felicidade disso. Eu sou fã de uma banda de rock japonês e passei o inferno para vê-la quando veio, pela primeira e provável última vez, para o Brasil. Não dormi, mal comi, passei o dia inteiro de pé, fui massacrada (assim como você), mas quando a banda entrou no palco... esqueci todo o sofrimento. Ser fã é isso! É saber que aquele que nos proporciona tantos momentos bons está ali, pertinho, ao vivo (rs).
    Adooooorei seu relato. Eu não pude ir à Bienal, mas confesso que minha saúde não permitiria passar por todos esses apertos. Espero que a próxima seja mais organizada. :)
    Beijos, linda!

    My Queen Side ~ Blog Literário

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim todo sofrimento vale a pena! quando você conhece o autor que você tanto gosta é super incrível,ser fã é muito sofrimento mas também muitas alegrias.
      Que pena, espero que você vá algum dia e que melhore a organização
      Leia os livros do Harlan, são incríveis
      Beijos

      Excluir
  2. Acabei de ler a parte 1. Menina que fuzuê! Só não mataram um por que é crime SUHUSHSU
    Mas apesar dessa bagunça toda eu morro de vontade de ir na Bienal, parece que o teu dia fica inesquecível.
    Fico feliz também pelo fato de você ter conhecido um dos seus ídolos, a sensação deve ser maravilhosa <3
    Faça um post sobre os livros que você comprou, pois fiquei curiosa!
    Beijooos ♥
    eieusouamah.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi sim! muita fuzuê e sim quase morremos hehe
      vou fazer. Foi incrível é ótimo conhecer esse autores, é maravilhoso
      Beijos ♥

      Excluir
  3. Queria ter ido, deve ter sido incrivel

    Beeijos, ♥

    http://www.paaradateen.com
    http://www.facebook.com/PAARADATEEN
    INSTAGRAM: @luannaandrade_

    ResponderExcluir
  4. Oiii! Eba, agora também conheço seu blog!
    Menina, precisamos conversar mais, sério! Adorei que você faz psicologia também!!!!!
    Essa Bienal foi uma loucura, fico cansada só de lembrar! Mas com certeza pra todos os fãs do Harlan, valeu a pena (só peguei a fila pra acompanhar minha amiga mesmo).

    Beijos, Be
    www.clubedas6.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ebaaa o/
      precisamos mesmo!
      foi realmente muito cansativo. Foi incrível hehe

      Excluir
  5. Tão bom conhecer de pertinho esses autores, né? E descobrir que eles são fofos e acessíveis. =)
    Queria ter ido na Bienal, mas não consegui. Ainda bem que ano que vem tem aqui no Rio!
    Ah! A Laura Conrado, da série Freud Me Tira Dessa, é uma fofa. Adoro ela!!
    Beijocas,
    Carol
    www.pequenajornalista.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim! foi incrível!
      ela é sim, ela foi super fofa ♥
      Sim, espero que ano que vem eu possa ir também

      Excluir
  6. Adorei saber mais sobre a Bienal *-* Meu sonho!!!Ainda não conheço o Harlan Coben mas em breve vou procurar saber mais sobre ele.
    Seu post tá muito perfeito,todo detalhadinho com direito até a foto com blogueiros hahaha AMEI!
    Beijos da Bia!♥♥♥

    http://www.strelateen.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia tudo que ele escreve que é ótimo! tem muita coisa boa na Bienal, vá algum dia.
      Obrigada Bia <3
      Beijos

      Excluir
  7. Nossa, quanto ''auê''. Lotadíssima a Bienal, né? Eu adoraria ter ido, mas infelizmente não pude por falta de companhia. Ano que vem estarei presente com certeza.
    http://www.vivosemchanel.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. sim! foi muito auê, estava super lotada! mas foi incrível, espero que você consiga ir <3

      Excluir
  8. Valeu a pena ler esse texto enorme rsrsrs e perceber a felicidade e entusiasmo nas suas palavras , adoraria ter ido conhecer a Bienal e conhecer os autores de pertinho , um sonho ainda para ser realizado , mais fico mega feliz que você tenha conseguido ir e vi que aproveitou muito deve estar bem satisfeita espero que mais sonhos continue se realizando ....

    Super beijo *

    http://papo-deamiga.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. o texto ficou grande D: hehe Obrigada Julia! fiquei muito feliz sim, foi magico. Espero que você consiga ir na próxima
      Beijos

      Excluir
  9. Olá, tudo bem?
    Primeiro que inveja de você ter conseguido pegar a senha para o Coben, nossa eu morri nesse dia! Não consegui pegar a senha devido a má organização da editora, enfim mas consegui vê-lo e foi maravilhoso mesmo de longe! O bate papo foi super legal ele é tããão simpático, me apaixonei mais ainda por ele! Ai cara que inveja de você! tá parei! Cara, eu fiquei constrangida com o pedido dessa menina de beijar a careca dele, ela estava do meu lado na hora em que fez o pedido! rs' Mas simpático que só ele levou na esportiva! rs' Foi um dia tãão tumultuado mas valeu a pena! Amei!!
    Tomara que ele volte mais ao Brasil!

    Beijinhos flor!
    lovesbooksandcupcakes.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. né? ele é muito simpático e realmente um amor de pessoa!
      Foi um dia bem tumultuado mesmo e valeu muito a pena conhece-lo, quem sabe em uma próxima você consegue o autografo né?
      Beijos

      Excluir
  10. Oi, Cláudia. Tudo bem?
    Nossa *-*
    Só por ter conseguido o autógrafo do autor já faz o dia inteiro ter valido a pena. Eu queria muito ter ido (já comentei isso na sua resenha lá no Escolhas Literárias), mas não pude.
    Se ano que vem ele estiver na Bienal do Rio, vou abraçá-lo e nunca mais soltá-lo. Sério.
    Super beijos <3

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.

Layout: Bia Rodrigues | Tecnologia do Blogger | All Rights Reserved ©