21 de fev de 2014

Escrito nas estrelas: "A falta que você me faz"


Hoje eu acordei com saudade de você. Não que eu não sinta nos outros dias, é que tem dias que dói mais. Dias que é impossível conter as lembranças, a nostalgia, a falta que você me faz. São dias assim, cinzas, tristes. Dias que eu precisava tanto de você, que tenho vontade de pegar o telefone e ligar, para conversar por horas. Quase pego o celular. Mas, então, a realidade me dá um soco no estomago, eu perco o ar, o equilíbrio, a vontade de continuar.

Você não está mais aqui. Por mais que eu queira. E eu queria. Queria que você estivesse aqui, dividindo minhas vitórias e meus fracassos. Estes seriam mais fáceis com seu jeito doce que tanto me consolou. Queria você aqui para limpar as lágrimas que escorrem pelo meu rosto. Queria você aqui, para brigar comigo, para dizer quando estou errada, para puxar minha orelha de um jeito que só você sabia.

Mas você não está mais aqui. E me dói. Me dói tanto. Porque me faz falta. Faz falta aquelas nossas brincadeiras, que mais ninguém entendia. Faz falta até as nossas  brigas só para nos abraçarmos cinco minutos depois pedindo perdão. Faz falta ter aquela pessoa especial que você sabia que podia contar, que estaria ali, que disse que nunca ia embora.

Só que foi.

Foi embora e levou um pedaço de mim. Meu melhor pedaço. Meu melhor sorriso. Minha melhor amiga. Levou de mim minha irmã, a pessoa mais especial que já cruzou em meu caminho.

Eu sei que há outras pessoas aqui. Outras pessoas especiais.  Mas não é a mesma coisa. Não é a mesma coisa porque falta sua voz. Seu carinho. Sua amizade. Falta seu sorriso e suas brincadeiras. Até as brigas sem sentido. Não é a mesma coisa. Não sem você aqui. Aqui para ocupar esse pedaço que deixou em mim quando decidiu que bastava, que era hora de ir embora. Esse pedaço que ninguém ocupa. Esse pedaço que ainda é seu.

E dói. Dói esses silêncios onde antes houve risadas. Dói as palavras não ditas onde antes o assunto não acabava. Dói as vitorias não compartilhadas, onde antes não faltava conquistas Dói os fracassos não divididos onde antes havia sua mão para me segurar. Dói as lágrimas em meu rosto onde antes só eram permitidos sorrisos. Dói a falta de planos onde antes havia sonhos compartilhados. Dói essa saudade onde antes havia você.

Hoje eu acordei com saudade de você. E sei o que todos dizem. Todos dizem que a saudade é passageira. E um dia ela se vai de verdade. O que eu sei, o que tenho certeza, é que o pedaço que você deixou quando saiu da minha vida, quando foi embora, continua aqui. E esse não vai ser preenchido nunca.

Vou seguir em frente, porque é o que tenho que fazer.  Mas sempre vai faltar seus sorrisos, suas brincadeiras, suas lágrimas, seu conselhos. Sempre vai faltar você para o “nós” que há dentro de mim me volte a me fazer inteira.

Hoje eu acordei com saudade de você.

Saudade que dói. Machuca. Saudade de quem se foi e não volta mais. Saudade que passa, sem ir embora. Saudade que vem e se vai, mas me deixa aqui, com seu pedaço faltando, pensando em você. E na falta que você me faz.

Esse é um espaço onde eu posto texto de outros autores que eu admiro. O texto de hoje é da Fernanda Campos, para conhecer o blog dela é só clicar aqui

Comente com o Facebook:

14 comentários:

  1. Que maravilhoso o texto.
    É terrível sentir falta de alguém e eu to me sentindo assim ultimamente, a unica coisa que resolve é manter a mente sempre ocupada: músicas, livros ou conversas. Funciona!
    andressaponts

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdades Stella!
      é muito ruim e eu também estou assim ultimamente!
      Beijos

      Excluir
  2. Nem me fala sinto saudades de quem se foi mais tenho certeza que nunca mais ira voltar, sem chance essa é a pior sensação do mundo....Beijokas
    ...
    http://www.estilopropriobysir.com/

    ResponderExcluir
  3. Que texto lindo!
    Sentir falta de alguém é uma das piores sensações mesmo!
    Amei conhecer aqui <3
    Beijô!

    minhassingularidades.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Jéssica!
      é mesmo, é super ruim
      Volte sempre viu?
      Beijos

      Excluir
  4. Nossa, que texto lindo.
    AMEI <3
    Beijos.

    garotamodamh.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Que lindo texto, mas eu odeio sentir saudade! :(

    Tá rolando um sorteio incrível de um kit de produtos Mary Kay lá no blog, dá uma passada lá goo.gl/T5k70Q

    Beijos.
    www.duasvezesm.com

    ResponderExcluir
  6. Olá, tudo bem?
    Estou aqui retribuindo um comentário que você fez no meu blog :) O seu está muito bonito, amei esse layout.
    Você disse na sua descrição que tem 18 anos e parece 15 e eu pensei: mesma coisa acontece comigo, também pareço muito mais nova, mas já passei dos 20 rs. Antes achava ruim, agora estou gostando!!

    Esse texto aí é bem bonito.. muito bem escrito mesmo. Sentir saudade dói muito :(

    Beijão
    www.maetosemroupa.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então somos super parecidas! hahahha
      eu sou muito baixinha e com carinha de criança haaha
      Verdade dói mesmo
      Beijoos Mari
      Obrigada pela visita <3

      Excluir
  7. Mas que lindo o texto. Graças a Deus nunca passei por isso de perder um amigo tão querido, e espero nunca passar. Me emocionei.

    Beijos
    http://escolhasliterarias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que você nunca passe Amanda!
      é muito ruim
      beijos

      Excluir

Tecnologia do Blogger.

Layout: Bia Rodrigues | Tecnologia do Blogger | All Rights Reserved ©